//ENEM-ESPANHOL – QUESTÕES – ARTIGO 1/45

ENEM-ESPANHOL – QUESTÕES – ARTIGO 1/45

Olá a todos!

Hoje, vamos iniciar uma série de artigos que trarão para vocês questões das provas do ENEM do ano de 2012 até 2018. Vamos começar com questões do último ano até chegar às questões de 2012.

Ao todo serão 45 artigos que serão publicados de 3 em 3 dias a partir de hoje. Então, teremos hoje a publicação deste primeiro artigo, depois outro será publicado dia 28/11/2018, outro em 01/12/2018, outro em 04/12/2018, e assim por diante. Procure, na página inicial, ESPANHOL QUESTÕES COMENTADAS.

Então, sem mais delongas vamos aos comentários da questão do ENEM-2018.

Boa leitura.

Prof. Adinoél Sebastião

@adinoel.sebastiao / www.adinoel.com / adinoel.sebastiao@gmail.com

PACOTE ENEM-2019


ENEM-2018 – prova amarela – questão 01 – tradução livre

O que é o “X Solidário”?

O “X Solidário” é um xis que ajuda às pessoas

mais vulneráveis. (Tu) Poderás marcá-lo quando faças a

declaração de renda. É uma casinha que se denomina

“fins sociais”. Nós preferimos chamá-la “X Solidário”:

  • porque ao marcá-lo fazes que se destine 0,7%

de teus impostos a programas sociais que realizam

as ONGs.

  • porque beneficiam os coletivos mais

desfavorecidos, sem nenhum custo econômico para ti.

  • porque NÃO marcá-lo é tomar uma atitude passiva,

e deixar que seja o Estado quem decida o destino

dessa parte de teus impostos.

  • porque marcando-o te convertes em contribuinte

ativo solidário.


ENEM-2018 – prova amarela – questão 01 – comentários

A questão acima é uma questão de interpretação de texto. Não se cobrou nenhum conteúdo específico de gramática nesta questão.

O enunciado da questão começou dizendo que as ações solidárias contribuem para o enfrentamento de problemas sociais. Depois dessa apresentação inicial, o enunciado continua da seguinte forma: “No texto, a ação solidária ocorre quando o contribuinte“.

Pois bem, diante da construção da questão percebemos que devemos completar a segunda parte do enunciado com uma das alternativas apresentadas. Seria mais ou menos uma questão de completar lacuna. Assim:

As ações solidárias contribuem para o enfrentamento de problemas sociais. No texto, a ação solidária ocorre quando o contribuinte ___________________.

Então, o que devemos fazer é verificar qual alternativa completa o enunciado apresentado para a questão. Vamos testar todas as alternativas.

Alternativa “A”

As ações solidárias contribuem para o enfrentamento de problemas sociais. No texto, a ação solidária ocorre quando o contribuinte delega ao governo o destino de seus impostos.

Com base no texto, a construção acima está equivocada. O texto em nenhuma parte informa que a ação solidária ocorre quando o contribuinte delega (transmite o poder) ao governo o destino de seus impostos. Aliás, o texto adverte que quando não se marca a casinha do “X” Solidário deixamos que o governo decida o destino de parte de nossos impostos.

Alternativa “B”

As ações solidárias contribuem para o enfrentamento de problemas sociais. No texto, a ação solidária ocorre quando o contribuinte escolhe projetos que terão isenção de impostos.

Olha a absurdo de informação que traz a construção acima!!!

Quem está “ligado” no que acontece no Brasil, sabe as pessoas (contribuintes) não escolhem quais projetos sociais terão isenção de impostos. De modo bem tosco, podemos dizer que quem dá isenção é o governo. Assim, não se pode afirmar que as pessoas escolhem projetos para isenção. Outro detalhe importante, é que temos a expressão “escolhe projetos”. Que projetos? Que tipo de projetos? Do jeito que a alternativa está escrita pode ser qualquer projeto (social ou não social). Finalizando, verificamos que em nenhum momento o texto informa que o contribuinte escolhe os projetos que terão isenção de impostos.

Alternativa “C”

As ações solidárias contribuem para o enfrentamento de problemas sociais. No texto, a ação solidária ocorre quando o contribuinte destina parte de seus impostos para custeio de programas sociais.

Com base no texto, essa construção está correta. A leitura do texto nos mostra que o contribuinte age solidariamente quando ele destina parte de seus impostos para custeio de programas sociais. Como ele faz isso? Marcando a casinha do “X” para fins sociais na declaração de imposto de renda.

Alternativa “D”

As ações solidárias contribuem para o enfrentamento de problemas sociais. No texto, a ação solidária ocorre quando o contribuinte determina a criação de impostos para implantação de projetos sociais.

Olha que alternativa simples de ser eliminada!

Alguém acredita que é o contribuinte que determina (indica, prescreve, ordena) a criação de um imposto no Brasil? Pois bem, somente diante da resposta a esta indagação já sabemos que a alternativa está errada. Não é o contribuinte quem ordena a criação de um imposto no Brasil. Além disso, essa informação não aparece no texto.

Alternativa “E”

As ações solidárias contribuem para o enfrentamento de problemas sociais. No texto, a ação solidária ocorre quando o contribuinte seleciona programa para beneficiar cidadãos vulneráveis socialmente.

A construção acima levou muitos candidatos a marcarem essa alternativa como correta. Por quê? Ora, porque o candidato entendeu do texto que quando se faz a declaração de renda se pode marcar um “X” na casinha “fins sociais” e ajudar alguém. Esse entendimento está correto. O que não está correto é dizer que “se seleciona um programa”. Quando se marcar o “X” não há seleção (escolha) de nenhum programa social, apenas se indica que parte do imposto pago deve ir para fins sociais, sem indicar qual.

Resposta: “C”.